Cavitação

cavitacao

Efeito muito comum no dia a dia de quem fabrica válvulas, bombas, turbinas e/ou equipamentos como tubulações e similares, a cavitação é um fenômeno que muito incomoda, pois ele causa a deterioração do equipamento e um enorme prejuízo financeiro. A cavitação nada mais é que a vaporização de um líquido pela redução de pressão, na ocasião do seu movimento, quando a temperatura está constante.

Este efeito faz com que no líquido forme-se pequenas bolhas de vapor, que a medida que o mesmo circula, bombardeie as paredes do local por onde passa, causando uma espécie de erosão.

Essas bolhas de vapor que se formaram no escoamento devido à baixa pressão, seguirão junto com a corrente e ao chegar em uma região onde a pressão cresça, implodirão e, se esta região de implosão for próxima a superfície sólida, as ondas de choque geradas pelas sucessivas implosões, provocarão na região trincas microscópicas, que com o passar do tempo, será criada uma cavidade, como se fosse uma erosão localizada.

Quando a cavitação ocorre, o local atacado pode passar por uma situação de deformação plástica localizada, devido ao encruamento causado pela sucessão de ondas de choque das bolhas de vapor e desta forma, proporcionar um ataque abrasivo, causando a perda da peça ou parte da tubulação em questão.

Desta forma, a ação da cavitação e da corrosão juntas, gerará um efeito muito mais devastador quando se comparado ao efeito de cada uma em separado.

E por fim, deve-se levar em consideração também o efeito da erosão causada por partículas em suspensão nos fluidos, mas esse assunto será tratado em um post futuro, quando falaremos dos efeitos do desgaste por abrasão.